Patente e desenho industrial

O registro da patente é ortogado pelo INPI ao real inventor de determinados produtos ou processos tangíveis que sejam inovadores no mercado e pode ser solicitado em nome de pessoa física ou jurídica.

A patente poderá se classificar de duas formas:

PI - Privilégio de invenção: quando o produto ou o processo é completamente inédito, não havendo nada no mercado
nem mesmo similar.

MU - Modelo de utilidade: No caso de ser uma inovação perante os outros produtos similares no mercado, ou seja, uma melhoria de algo que já existe.

A patente deverá atender as seguintes exigências:

  • Poder atender a uma demanda industrial
  • Ser inovadora
  • Ter relevância quanto à utilização

Desenho industrial

Diferentemente da patente, o desenho industrial não protegerá a funcionalidade, e sim a forma estilizada com que este produto se apresenta no mercado.

Procedimento para o registro

O processo é dividido em duas partes:

  • Parte documental - onde prepararemos todas as documentações e petições exigidas pelo INPI.
  • Parte técnica - onde o técnico deverá preparar todas as reivindicações e desenhos se for necessário para pleitearmos a exclusividade em questão. Daremos entrada ao processo que ficará em sigilo por 18 meses. Após 24 meses, deverá ser pedido exame técnico, e a partir daí será necessário o pagamento das anuidades enquanto houver interesse na patente.

"Criou algo inovador, inventou uma função melhor para um produto já existente e ainda não patenteou? solicite um orçamento agora mesmo"

Solicite um orçamento

Clique aqui

Localização

Av. Padre Manuel da Nóbrega, 526 - 2º Andar
B Jardim - Santo André - SP - 09080-140

11 4436 7169

atendimento@uniellas.com.br